Notícias

PRF encerra Operação Dia do Trabalhador


Compartilhe:

PRF


Foto: PRF -
Foto: PRF -

Às 23h59 de terça-feira (1/5), a Polícia Rodoviária Federal encerrou a Operação Dia do Trabalhador 2018, a qual teve início na última sexta-feira (27/4). Na região sob a responsabilidade da Delegacia, entre Vitor Graeff e Nova Santa Rita, na BR 386, e parte da BR 470, os resultados foram considerados positivos pela PRF.

Tanto na saída para o feriado (na sexta-feira à noite e no sábado pela manhã), quanto no retorno dele (na terça-feira à tarde e à noite) observou-se um aumento moderado no fluxo de veículos, o qual também foi bem distribuído. Houve poucos momentos em que se registrou lentidão em alguns pontos da rodovia, como na ponte do Rio Caí, devido ao afunilamento gerado pela interdição da pista no sentido interior-capital.

Prevendo que o aumento no fluxo de veículos não seria tão acentuado, a PRF não reforçou o seu efetivo, porém as fiscalizações a veículos e pessoas foram intensificadas. O foco do trabalho foi nas fiscalizações de excesso de velocidade, cinto de segurança, embriaguez ao volante e ultrapassagens irregulares, especialmente nos locais com maiores índices de acidentes, de acordo com estatísticas da instituição.  

Nos cinco dias de operação na 4ª Delegacia, a Polícia Rodoviária Federal fiscalizou 764 veículos e confeccionou 210 autos de infração. Foram realizados 102 testes de etilômetro e dois motoristas foram presos por dirigirem sob a influência de álcool. Durante a utilização do radar, um total de 352 veículos foram flagrados acima da velocidade máxima permitida para a via.  

Ações de combate ao crime também foram realizadas. Na manhã de sábado, no quilômetro 300 da BR 386, em Pouso Novo, foram apreendidas 26 toras de araucária transportadas sem documentação e fora do período permitido. Já na segunda-feira, nas imediações do quilômetro 376 da BR 386, em Taquari, a Polícia Rodoviária Federal recuperou um veículo roubado. 

Nas atividades de educação para o trânsito, houve o atendimento a 193 pessoas durante as abordagens em automóveis e ônibus. Aconteceram também 38 auxílios a condutores, tais como orientação de trânsito, sinalização durante pane mecânica, informações diversas, dentre outros. 

Foram registrados cinco acidentes que resultaram em lesões nos ocupantes. Quatro deles geraram apenas lesões leves em quatro pessoas. O único acidente grave ocorrido durante a operação foi uma colisão frontal entre um Fusca com placas de Estrela e um Astra de Novo Hamburgo, que deixou ferido o motorista do Fusca. O fato aconteceu no sábado, por volta das 05h15, no quilômetro 343 da BR 386, em Lajeado. Não houve nenhuma morte. Na mesma operação em 2017, que durou quatro dias, foram 19 pessoas com ferimentos leves, três feridas gravemente e uma morta.  

Nos últimos feriados prolongados, o número de acidentes graves vem caindo na região da 4ª Delegacia da PRF. Paulo Reni da Silva, chefe da delegacia, atribui isso não apenas às ações feitas pela equipe, mas também ao trabalho da imprensa, que tem desempenhado um papel fundamental para uma maior conscientização dos motoristas.