Notícias

PRF divulga resultados das ações de 2017


Compartilhe:

Fonte: PRF



A Polícia Rodoviária Federal divulgou, nesta sexta-feira (26), o balanço referente ao trabalho realizado em 2017 no trecho sob responsabilidade da 4a Delegacia, que compreende mais de 300 quilômetros da BR-386, entre Vitor Graeff e Nova Santa Rita, além de parte da BR-470.

Educação para o Trânsito

As ações de educação para o trânsito continuaram sendo um dos pontos fortes da gestão, com 14.481 pessoas atendidas em abordagens educativas e palestras em empresas e escolas. Os motoristas – e futuros motoristas - foram orientados sobre os riscos das ultrapassagens irregulares, a importância da utilização do cinto de segurança, o perigo de manusear o celular enquanto dirigem, dentre outros assuntos.

Fiscalizações

Ao longo do ano passado, houve a fiscalização de 42.872 veículos e 39.359 pessoas, e foram aplicados 9.889 autos de infração. Destes, 147 ocorreram pelo fato de os condutores estarem dirigindo sob a influência de álcool (houve a aplicação de 15.505 testes de etilômetro), 873 pela falta do uso do cinto de segurança ou cadeirinha, e 760 por ultrapassagens em local proibido, uma das principais causas de acidentes com morte nas rodovias. Nesses dados não constam as atuações com o radar, as quais chegaram à marca de 16.343.

Acidentes

Em todo o trecho sob responsabilidade da delegacia, foram registrados 649 acidentes, 181 a menos que os 830 ocorridos em 2016. O número de mortos nesses acidentes, porém, teve um aumento, passando de 42 em 2016 para 50 em 2017. De acordo com o Chefe Substituto da 4a Delegacia da PRF, Paulo Reni da Silva, o provável motivo é a maior violência dos acidentes. Ele salientou que tal violência é decorrente, principalmente, do excesso de velocidade dos veículos. 

"Percebemos uma mudança de comportamento dos condutores durante os feriados. Nesses períodos, foi possível constatarmos o uso correto do cinto de segurança, a manutenção de uma velocidade compatível com as condições climáticas e de fluidez do trânsito, e a diminuição de imprudências como um todo. Todavia, isso não se repetiu nos dias "normais", o que fez com que ocorressem mais acidentes com múltiplas mortes. Acreditamos que  o trabalho de cada policial rodoviário federal, somado à maior consciência por parte dos usuários das rodovias poderá fazer com que tenhamos melhorias também neste indicador", finalizou o Chefe da Delegacia.


Prisões/Apreensões

A PRF intensificou as ações de combate ao crime em 2017. Durante o ano, 311 pessoas foram detidas (em 2016 foram 302 pessoas), e 32 veículos foram recuperados (no ano anterior foram 22).

As apreensões tiveram grande destaque:

Maconha - 2.342 kg em 2017 / 1.363 kg em 2016

Cigarros - 442.330 maços em 2017 / 10 mil maços em 2016

Armas de fogo – 31 em 2017 / 13 em 2016

Munições – 1.641 em 2017 / 182 em 2016

Também aconteceram apreensões de bebidas, eletrônicos, medicamentos, cosméticos e vestuário.


Em 2018 a PRF continuará trabalhando em ações de fiscalização e educação para o trânsito, visando sempre à redução do número de acidentes e à segurança de todos os usuários da rodovia.