Notícias

NFG alcança a marca de 1,5 milhão de cidadãos cadastrados


Compartilhe:


O programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG) já contabiliza 1,5 milhão de contribuintes cadastrados. A marca foi atingida nesta quinta-feira (21), resultado de mudanças que o governo do Estado introduziu no programa desde o início do ano, como o aumento no valor dos prêmios em dinheiro e dos repasses às entidades credenciadas. Apenas nos últimos oito meses, a NFG registrou uma adesão superior a 100 mil novos cidadãos que se habilitaram aos sorteios mensais e outros benefícios, como o desconto de até 5% no valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

Uma campanha de divulgação em emissoras de rádio, redes sociais e mídia externa buscou ampliar a adesão, com foco no crescimento dos recursos financeiros destinados para o programa. Ao longo deste ano, a NFG contou com R$ 30 milhões: metade para os sorteios e outros R$ 15 milhões em repasses às instituições indicadas nas áreas de educação, saúde e assistência social.

A cada mês são distribuídos R$ 865 mil em premiações, sendo o prêmio maior de R$ 300 mil, três de R$ 5 mil, 300 de R$ 1 mil e outros 500 no valor de R$ 500. Há ainda dois prêmios especiais de R$ 1 milhão cada. A última extração do ano está programada para a próxima quinta-feira (28), na cidade de Frederico Wetsphalen, quando será conhecido também o vencedor do segundo prêmio extra de 2017.

Novidade para 2018

Outro fator que deve servir de estímulo para novas adesões será a inclusão das entidades de proteção animal no NFG. A partir do dia 2 de janeiro, o contribuinte pode indicar uma ONG de sua cidade ou região que atue nessa causa. No primeiro ano da novidade, o governo do Estado vai repassar R$ 1 milhão para organizações com atividade reconhecida na defesa dos animais.

Para incluir essa nova modalidade, não será necessário que o contribuinte desfaça as indicações anteriores nas áreas de educação, saúde e assistência social. As primeiras instituições de defesa animal já estão encaminhando documentação para receberem as indicações após a virada do ano. Desde sua criação, a NFG já creditou mais de R$ 61 milhões para entidades sociais.

Cada vez que o consumidor solicitar a inclusão do seu CPF no documento fiscal de compra, pontos são acumulados para essas organizações. Dessa maneira, o cidadão auxilia o Estado e o seu município no combate à sonegação fiscal e ainda contribui com mais de 2,9 mil entidades participantes. Para se cadastrar, acesse o site da NFG.

Texto: Pepo Kerschner/Ascom Sefaz
Edição: Sílvia Lago/Secom