Notícias

Greve dos professores impede que mais de 15 mil alunos façam a Prova Brasil


Compartilhe:

Foto: Agência Brasil -
Foto: Agência Brasil -

Pelo menos 15 mil estudantes da rede estadual perderam a oportunidade de fazer os exames da Prova Brasil, que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), em função do bloqueio das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) por integrantes do Sindicato dos Professores do Rio Grande do Sul (Cpers/Sindicato), na última segunda-feira (23).  As provas deveriam ter sido distribuídas pelas coordenadorias às escolas.    

Os exames são feitos pela Secretaria de Educação (Seduc) em parceria com o Ministério da Educação (MEC) e ocorrem entre segunda-feira (23) e 3 de novembro. A avaliação inclui questões de língua portuguesa e matemática, para avaliar a educação básica. A meta é atingir mais de 220 mil estudantes da rede estadual.

De acordo com a secretária adjunta de Educação, Iara Wortmann, é uma vergonha para o Rio Grande do Sul o descumprimento da aplicação das provas, importantes para a avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), principal indicador nacional de educação.

“Trata-se de um sistema de avaliação seriíssimo e se não cumprirmos essa meta, em 2018 estaremos muito prejudicados. O fornecimento de informações sobre o desempenho dos estudantes passa por esses dados”, explica Iara.

A partir das informações do Saeb e da Prova Brasil, o MEC e as secretarias estaduais e municipais de Educação podem definir ações voltadas ao aprimoramento da qualidade do ensino e a redução das desigualdades, promovendo a correção de distorções e debilidades identificadas, direcionando seus recursos técnicos e financeiros para áreas identificadas como prioritárias.

As médias de desempenho nessas avaliações também subsidiam o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), ao lado das taxas de aprovação nessas esferas.

Os dados ficam disponíveis a toda sociedade que, a partir dos resultados, pode acompanhar as políticas implementadas pelas diferentes esferas de governo. No caso da Prova Brasil, ainda pode ser observado o desempenho específico de cada rede de ensino e do sistema como um todo das escolas públicas urbanas e rurais do país.

Prova Brasil

Texto: Diego da Costa/ Ascom Seduc
Edição: Léa Aragón/ Secom