Notícias

Local de instalação da De Valérios em Fontoura Xavier volta a ser discutido


Compartilhe:

Daiane Meazza / Edinara Vedy


Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -

Prefeito, Vereadores, secretários, presidente da CDL e diretor da Empresa De Valérios estiveram reunidos na Sala de Reuniões da prefeitura municipal na manhã da terça-feira, dia 13, para tratar sobre a instalação da empresa De Valérios no município de Fontoura Xavier.

A discussão gira em torno da alteração do local de instalação da empresa, tendo em vista que no ano de 2016 uma área de 40mil e 200 m², localizada junto ao Parque Municipal de Eventos Atílio Chitolina, foi doada à empresa pelo Poder Público Municipal. A doação da área foi aprovada pela Câmara de Vereadores. Além da doação da área, o prefeito da antiga gestão, Tiago Zanotelli, também assumiu o serviço de terraplanagem da área para que a Indústria pudesse ser instalada. Logo após a doação, o Poder Público deu início ao trabalho de terraplanagem no local. Com a troca da Administração Municipal as obras de terraplanagem foram paralisadas.

Em uma reunião com a direção da empresa no início deste ano, o atual prefeito, José Flávio Godoy da Rosa, ao ser informado pela empresa De Valérios que apenas 30% da terraplenagem teria sido executada até o momento, faltando 70%, sugeriu a troca da área que havia sido doada, por uma área menor e localizada mais aos fundos do Parque. A empresa de imediato aceitou a alteração da área. O Poder Executivo então encaminhou para o Legislativo o Projeto de Lei 16/2017 propondo a alteração da área doada por uma nova área de 25 mil  m². O projeto, porém foi rejeitado por unanimidade nas Comissões de Justiça e Redação, Finanças e Orçamento.

Diante disso o Poder Executivo entendeu por bem reunir na manhã de terça, os vereadores e algumas lideranças da comunidade, bem como o diretor da De Valérios, Giovani Valério, para discutir sobre a mudança da área.

A primeira consideração feita pelo prefeito quanto à alteração da área é quanto ao valor que ainda teria que ser gasto para a finalização da terraplanagem, valor esse que teria que ser custeado pelo Município. “Falta 70% do serviço para ser executado, Darmos continuidade a essa obra na situação que o Município se encontra é praticamente inviável. Sem contar que a área doada é uma das partes nobres do nosso Parque de Eventos. Sugerimos a troca por uma área que fica mais aos fundos do Parque e que é 15 mil m² menor que a que foi doada e a empresa aceitou. Para a empresa também é interessante, pois fica mais próxima ao local onde eles já possuem uma área de produção de erva-mate”, explica o prefeito.

Os principais questionamentos giram em torno do dinheiro que já foi aplicado na área doada anteriormente e sobre a nova área ser uma área de mata nativa, o que poderia acarretar em problemas com o licenciamento ambiental. O prefeito e o empresário esclarecem que o projeto ambiental já foi encaminhado e que a intenção é suprimir o mínimo possível de mata, desenvolvendo um projeto consorciado com a natureza.

De acordo com o empresário Giovani Valério, a alteração da área não altera o projeto da empresa. “Queremos que a comunidade de Fontoura Xavier entenda que não viemos para levar nada embora, viemos para agregar, somar, desenvolver. Nossa intenção é que a indústria que será instalada compre o produto que é produzido aqui, pois sabemos do potencial que o Município tem na produção de erva-mate. Os produtos que aqui serão industrializados serão direcionados também para exportação, então queremos uma indústria consorciada com o meio ambiente, aproveitando das belezas que temos, para que possamos receber os nossos compradores do exterior e mostrar o que temos de melhor”, relata.

Outro questionamento levantado pelos vereadores no momento em que o Projeto de alteração da área foi reprovado pelas Comissões era quanto ao Campo de Futebol da comunidade da Vila Nova, que fica dentro da nova área que seria doada para a De Valérios. O prefeito garantiu a construção de um novo campo para a comunidade em outra área, localizada próximo ao Britador.

O presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas de Fontoura Xavier), entidade idealizadora da Festa do Pinhão, que tem como local o Parque Municipal de Eventos, também se mostrou favorável a alteração da área, destacando que a área doada anteriormente compromete qualquer projeto futuro de ampliação e desenvolvimento do Parque de Eventos. “Fui contra a doação daquela área desde o início, entendo que a alteração do local doado é necessária e quanto ao local onde já foi feita a terraplanagem poderá ser usado como estacionamento”, relata.

Ao final da reunião o presidente do Legislativo, vereador Olavo Batista Guerreiro, disse ser favorável a alteração. Ele acredita que a alteração beneficiará a todos. “Não podemos de forma alguma perder essa empresa que está disposta a se instalar no município. Precisamos pensar no desenvolvimento da nossa comunidade e a alteração dessa área hoje é o mais viável para todos”, explicou. O Projeto 016, que trata da alteração da área deverá ser colocado em pauta novamente na próxima sessão ordinária da Câmara de Vereadores.

 

Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -
Foto: Edinara Vedy -