Notícias

Inter deve ter time misto na Primeira Liga


Compartilhe:

Fonte: Correio do Povo



Após seis vitórias consecutivas, o Inter chegou à liderança da Série B e, além disso, abriu oito pontos de folga para o quinto colocado — o primeiro que não sobe para a primeira divisão. Mesmo assim, o clube não usará força máxima na partida contra o Atlético-MG, quarta-feira, pelas quartas de final da Primeira Liga. A tendência é que Guto Ferreira monte uma equipe mesclada para o jogo, mas com mais titulares do que reservas.

“Vamos avaliar e dar oportunidade a quem está jogando menos. Mas não é bom para o titulares ficar tanto tempo sem jogar”, enfatizou o técnico, após a vitória sobre o Paysandu, sexta-feira, por 3 a 2. Ele refere-se à longa parada que a Série B vive a partir de agora. Após o jogo contra o Atlético-MG, no Beira-Rio, o Inter volta a jogar somente em 9 de setembro, contra o Juventude, no Alfredo Jaconi

Além da parada, há um outro ingrediente importante. Apesar do pouco prestígio que a Primeira Liga possui neste momento, ela representa a chance de o clube finalizar a temporada com pelo menos uma taça no armário. “Temos um planejamento que inclui a Primeira Liga. A nossa equipe vive uma fase de crescimento e de regularidade. Tivemos a sexta vitória seguida e nos consolidamos no G-4”, observa o vice de futebol, Roberto Melo.

A rodada e a crise no Goiás

A rodada da Série B terminou sem nenhuma alteração em relação aos times tanto do G-4 como do Z-4. Além de Inter e América-MG, que já haviam jogado, Vila Nova e Ceará venceram seus duelos no sábado, contra Náutico e ABC, respectivamente, e continuam na zona de classificação para a Série A. No Goiás, que perdeu na rodada e caiu para a 16ª posição, a crise só aumenta. No sábado, um grupo de cerca de 50 torcedores invadiu e depredou o CT do clube e agrediu o zagueiro Bruno Aguiar.