Notícias

Grêmio volta a \"cochilar\" e apenas empata com o Veranópolis


Compartilhe:

Fonte: Correio do Povo


Foto: Mauro Schaefer -
Foto: Mauro Schaefer -

O Grêmio voltou a ter lapsos de atenção e, com uma atuação abaixo da esperada, empatou com o Veranópolis neste domingo, na Arena. A igualdade em 1 a 1 deixa a equipe gremista com 13 pontos, no terceiro lugar do Gauchão. O VEC é quarto, com a mesma pontuação, mas com pior saldo de gols. A tentativa de reação será na quarta-feira, contra o líder Novo Hamburgo, no Vale do Sinos.

O Tricolor sofreu mais uma vez com os "cochilos" criticados por Renato Portaluppi na primeira etapa de jogo. Cometeu erros no ataque e, viu o Veranópolis abrir uma placar em falha do goleiro Léo. Depois, tentou correr atrás do prejuízo com mais vontade que organização.

Aos 10 minutos, a situação parecia melhor, inclusive com a torcida gritando gol. Mas o lance foi invalidado. Após desvio de Barrios em cruzamento, sobrou para Kannemann, que chutou para o fundo das redes. Mas o zagueiro estava um passo à frente da linha defensiva, impedido.

Erros de marcação e frango

O Veranópolis cresceu e começou a tocar a bola no campo do Grêmio. Na única oportunidade que teve, contou com ajuda do goleiro para anotar 1 a 0. Gustavo recebeu nas costas de Léo Moura, cortou para dentro e chutou no canto esquerdo. A bola foi na direção do goleiro, que tentou tirar de soco, mas desviou para as próprias redes.

Aí o Grêmio se atirou ao campo de ataque, mas gerando poucas chances efetivas, tanto por erros de posicionamento, quanto por passes equivocados. Aos 29, Ramiro tocou para Luan, que disparou o chute da risca da área, só que fraco para defesa de Reynaldo. Cinco minutos depois, foi Ramiro quem dominou na área e chutou de voleio, porém o goleiro voltou a levar a melhor.

Antes da virada do ponteiro, Barrios mandou para o fundo do gol, contudo em mais um lance invalidado: em posição irregular, Ramiro aparou bola na área e tocou para o paraguaio marcar.

Lincoln dá novo ânimo

Renato mudou o time para o segundo tempo, com Lincoln no lugar de Jailson. E o garoto deu nova presença ofensiva para o Tricolor. Logo aos dois minutos, fez grande jogada. Ele se apresentou pelo meio e limpou para Luan. O garoto cruzou na área, e Pedro Rocha não alcançou por centímetros para empatar.

Aos quatro, porém, Luan marcou um golaço para igualar os números. O atacante recebe lindo lançamento de Ramiro, tirou do marcador ao dominar no peito e, com categoria, deslocou o goleiro para tocar devagarzinho no canto direito. Mas o Veranópolis tentou mostrar reação e quase marcou aos sete minutos. Matheus Santana recebeu na frente da área, driblou Thyere e chutou no canto esquerdo. Leo pulou atrasado e conseguiu desviar muito de leve para evitar o gol.

Um dos melhores do Tricolor, Léo Moura quase deu sua contribuição em cobrança de falta, aos 21. Bateu com muito efeito, a bola contornou a barreira e ia entrar no canto esquerdo, mas Reynaldo voou rente à trave para espalmar. Três minutos depois, a virada quase saiu de uma assistência de Léo Moura. Ele recebeu de Luan e cruzou na marca do pênalti para Pedro Rocha. Sem goleiro, o atacante isolou por cima.

A essas alturas, Renato já tinha lançado Everton no lugar de Barrios e promovido a estreia de Gata Fernandez na vaga de Michel. Era a tentativa final pela vitória. O argentino fez alguns bons lançamentos longos, mas o Tricolor não conseguir ir além do fraco empate na Arena, o que gerou até mesmo algumas vaias após o apito final.