Notícias

Direção tem cautela na divulgação sobre problemas administrativos


Compartilhe:

Fonte: Correio do Povo


Foto: Alexandre Lops -
Foto: Alexandre Lops -

Nas 300 páginas do relatório preparado pelos técnicos da Ernst & Young, há muito mais do que as informações reveladas pelo CP nos últimos dias. O material comprova vários outros problemas administrativos e financeiros cometidos durante a gestão de Vitorio Piffero. Por isso, há extrema cautela quanto à divulgação do seu conteúdo. Há, inclusive, um termo de confidencialidade que foi assinado pelos poucos dirigentes que acessaram os documentos. 

Ontem, um grupo de conselheiros protocolou pedido para que a reunião do Conselho Deliberativo (CD) que analisará o assunto seja realizada no mais breve tempo possível. Também solicita que o relatório da Ernst & Young seja enviado para todos os conselheiros imediatamente. Porém, a iniciativa deve ser inócua. O presidente do CD, Sérgio Juchem, já confirmou que marcará o encontro para uma data próxima, possivelmente até o final de agosto ou, no máximo, na primeira semana de setembro.  Na reunião, além da introdução feita pelos atuais dirigentes, os próprios técnicos da Ernst & Young deverão fazer uma explanação sobre as conclusões da due diligence. Na posse destas informações, os conselheiros decidirão o que fazer a partir dali.