Vida e saúde Pet

Chocolate para cachorro faz mal...


Compartilhe:

Por: Débora Lemes Silva / Médica Veterinária - CRMV/RS 9994



Se você é o tipo de pessoa que adora compartilhar um pedacinho de chocolate com o seu amigo para lhe fazer um agradinho, você pode estar envenenando o seu cachorro.
  
A verdade é que dar chocolate para cachorro pode significar danos sérios à saúde deles, pelo simples fato de que o chocolate possui algumas toxinas que podem ser fatais aos nossos pets.

É mais seguro e saudável você comprar chocolates específicos para cachorros, feitos com ingredientes que não afetam sua saúde, ou fornecer outros tipos de petiscos elaborados para eles que não oferecem riscos.
 
O componente tóxico que afeta o seu cão é chamado TEOBROMINA, é facilmente metabolizado pelo organismo humano. Os cães não conseguem eliminar teobromina rápido o suficiente e acabam intoxicados.

O organismo do cachorro e dos seres humanos é muito diferente. Os humanos metabolizam a teobromina em um espaço de tempo muito curto, evitando seu acúmulo nos órgãos e, dessa forma, impedindo que sua presença afete os mesmos. No entanto, ele pode permanecer entre 17 e 72 horas no corpo do cachorro, dependendo da concentração e da quantidade ingerida, produzindo efeitos ruins, principalmente no coração.

A quantidade de teobromina varia de acordo com cada tipo de chocolate: chocolate branco, chocolate ao leite, chocolate meio amargo e chocolate culinário (aquele utilizado para fazer doces e bolos). O mais perigoso é o chocolate meio amargo, ou amargo, que possui um maior teor de teobromina.

Então, muito cuidado, principalmente agora na Páscoa. Não deixe chocolate em locais em que o cão tenha acesso, não permita que as crianças forneçam pedaços de chocolate para eles. Caso isso ocorra, fique atento a sinais de intoxicação que vão desde ingerir muita água, vômito e diarréia até tremores e convulsões. Procure um Médio Veterinário se observar essas alterações.